domingo, 26 de fevereiro de 2012

mensagem

É fácil amar os que estão longe. Mas nem sempre é fácil amar os que vivem ao nosso lado.
Madre Teresa de Calcutá

Somália: terroristas islâmicos raptam crianças e forçam-nas a combater


Turmas inteiras de crianças da Somália, algumas com apenas 10 anos, continuam a ser raptadas por terroristas islâmicos, pertencentes à organização al-Shabab, que as forçam depois a participar em combates, denuncia a organização de direitos humanos Human Rights Watch (HRW). “Os rapazes são levados, frequentemente, para as frentes de combate, onde servem de ‘carne para canhão’, protegendo os soldados adultos, enquanto as meninas acabam por ser usadas como ‘esposas’ dos militantes da al-Shabab”, estrutura terrorista islâmica que controla a parte central da Somália, afirma a HRW no último relatório tornado público. Nesse documento, um rapaz de 15 anos afirma que, da sua turma, de cerca de cem alunos, “só dois se escaparam” ao rapto, e que “todos eles acabaram por morrer”. Em Agosto do ano passado, recorde-se, Margot Wallstrom, representante especial da ONU para a violência sexual, já tinha denunciado o aumento de casos de sequestros e violações de mulheres e crianças na Somália. Então foi denunciado que os “milicianos da organização islâmica Al Shabab raptam meninas para obrigá-las a casar com os seus combatentes”. A Somália, como aliás toda a região do chamado Corno de África, enfrenta uma grave crise humanitária, havendo milhões de pessoas em risco de morrer à fome.Por seu turno, a ONG americana International Christian Concern (ICC), que denuncia a perseguição dos cristãos no mundo, acusa directamente os membros de al-Shabab de prosseguirem uma estratégia para a erradicação do cristianismo da Somália. “Qualquer somali suspeito de ser cristão ou amigo de um cristão não recebe ajuda humanitária”, afirma a ICC, recordando, por outro lado, histórias de violência, abuso e inclemência por parte dos milicianos islâmicos, como foi o caso das chocantes imagens da degolação, em 2008de um convertido ao cristianismo, o jovem Mansur Mohammed.
Departamento de Informação da Fundação AIS

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Ensinamentos sobre a Quaresma


Este é o tempo favorável para a conversão

A Quarta-feira de Cinzas marca a abertura da Quaresma, tempo privilegiado de conversão e preparação para a Páscoa do Senhor.

A liturgia da Santa Missa deste dia tem algumas particularidades próprias como: a omissão do acto penitencial, que é substituído pela imposição das cinzas; o "Glória" e o "Aleluia" não são cantados. Porém, o factor marcante e que remonta à tradição da Igreja é a bênção e a imposição das cinzas, acompanhadas das seguintes palavras: “Convertei-vos e crede no Evangelho” ou então: “Lembra-te, homem, que és pó, e ao pó hás-de voltar”.

As cinzas, desde o Antigo Testamento, possuem um sinal de penitência. Podemos perceber esta realidade na famosa passagem de Jonas, na qual, ao percorrer Nínive, e profetizar aquilo que o Senhor faria com a cidade num prazo de quarenta dias, a cidade então converte-se a Deus, proclama um grande jejum a ponto de o próprio rei se vestir de saco e sentar-se sobre as cinzas (cf. Jn 3, 4-6). Já na Antiguidade, quando as penitências deveriam ser feitas no período quaresmal e duravam vários dias, os penitentes eram admitidos à penitência pública oficial, celebrava-se no início deste tempo [Quaresma], na Quarta-feira de Cinzas, a imposição das cinzas.

Ainda hoje o sentido de recebermos as cinzas é o mesmo, reflectirmos aquilo que somos diante de Deus, reconhecer n'Ele o nosso único Senhor, perceber que necessitados de conversão, nos arrependemos dos nossos pecados. Atitudes que devem percorrer um longo período.

Duas jovens conversam sobre a festa que uma delas vai realizar daqui a um mês e meio, o seu aniversário de 15 anos.
Pergunta a amiga:
- E como estão os preparativos para a tua grande festa, já que ela está tão próxima?
A jovem quem vai fazer os quinze anos responde:
- Está uma loucura, mas os convites estão prontos, o salão e o vestido estão alugados, bem como as outras coisas da festa preparadas. Agora é só ir contando os dias para a festa chegar. Não vejo a hora!

A Quaresma é um tempo de preparação para a grande festa que o cristão celebra todos os anos. A festa da Páscoa, festa da libertação, libertação da morte e a festa da vida nova em Cristo.

A Quarta-feira de Cinzas é o início do tempo quaresmal, um período que se estende até Quinta-feira Santa, antes da Missa do Senhor (também conhecida como Missa dos lava-pés ou da Instituição da Eucaristia). Quaresma, que deriva da palavra "Quadragesimae", é um período privilegiado de preparação de quarenta dias [para a Páscoa]. Na Igreja Antiga, este era o tempo no qual os catecúmenos (pessoas que se preparavam para receber o Batismo) participavam da primeira “parte da Santa Missa” (liturgia da Palavra) e se retiravam durante a liturgia Eucarística para receberem as últimas formações a respeito da vida cristã. Os catecúmenos deveriam entregar-se a uma catequese mais intensa e aos exercícios de oração e penitência. Pouco a pouco, todos os cristãos começaram a participar também deste clima, tanto para se unir aos catecúmenos, como para renovar em si a graça do seu próprio batismo, preparando-se para a santa Páscoa, na qual, na Santa Missa da Páscoa, faziam esta renovação.

Este tempo de preparação exige recolhimento, mas também um sentimento de alegria, uma alegria que vamos ter que conter até à grande festa. É marcado por alguns sinais:
- A Liturgia veste-se de roxo – sinal de sobriedade e conversão;
- Não se canta o "Glória" e o "Aleluia" na celebração das Santas Missas – ficam guardados em nossos corações para ser entoados com grande alegria no Sábado Santo;
- O uso dos instrumentos musicais deve ser moderado, mais comedido – sinal de interioridade.

Portanto, o período quaresmal é um tempo especial de preparação, tempo em que nos devemos abrir aos irmãos na prática do amor, tempo em que nos devemos aproximar mais de Deus, tempo em que devemos jejuar mais ou nos abster de algumas coisas em sinal de despojamento.

Preparemo-nos para esta grande festa, a maior de todas as festas cristãs buscando a conversão de maneira mais concreta, com a ajuda das práticas quaresmais: oração, penitência e esmola.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

O SEGREDO DE LA SALLETE


“Mélanie, o que vou dizer-vos agora não ficará sempre segredo, podereis publicá-lo em 1858.
“Os sacerdotes, ministros de meu Filho, pela sua má vida, sua irreverência e impiedade na celebração dos santos mistérios, pelo amor do dinheiro, das honrarias e dos prazeres, tornaram-se cloacas de impureza.
“Sim, os sacerdotes atraem a vingança e a vingança paira sobre suas cabeças. Ai dos sacerdotes e das pessoas consagradas a Deus, que pela sua infidelidade e má vida crucificam de novo meu Filho!
“Os pecados das pessoas consagradas a Deus bradam ao Céu e clamam por vingança. E eis que a vingança está às suas portas, pois não se encontra mais uma pessoa a implorar misericórdia e perdão para o povo. Não há mais almas generosas, não há mais ninguém digno de oferecer a vítima imaculada ao [Pai] Eterno em favor do mundo”.
“Deus vai golpear de modo inaudito. Ai dos habitantes da Terra. Deus vai esgotar sua cólera, e ninguém poderá fugir a tantos males acumulados.
“Os chefes, os condutores do povo de Deus negligenciaram a oração e a penitência. E o demônio obscureceu suas inteligências.
“Transformaram-se nessas estrelas errantes, que o velho diabo arrastará com sua cauda para fazê-las perecer.
“Deus permitirá à velha serpente introduzir divisões entre os que reinam, em todas as sociedades e em todas as famílias. Sofrer-se-ão tormentos físicos e morais. Deus abandonará os homens a si mesmos e enviará castigos que se sucederão durante mais de trinta e cinco anos.
“A sociedade está na iminência dos flagelos mais terríveis e dos maiores acontecimentos. Deve-se esperar ser governado por uma chibata de ferro e beber o cálice da cólera de Deus”.
Beato Pio IX, Papa da época da aparição
“Que o Vigário de meu Filho, o Soberano Pontífice Pio IX, não saia mais de Roma depois do ano 1859. Mas seja firme e generoso, combata com as armas da fé e do amor. Eu estarei com ele. Que ele não confie em Napoleão [III]. Seu coração é falso, e quando ele quiser tornar-se ao mesmo tempo papa e imperador, Deus se afastará dele. Ele é como a águia que, querendo subir sempre mais, cairá sobre a espada da qual queria se servir para obrigar os povos a o elevarem.
“A Itália será punida, pela ambição de querer sacudir o jugo do Senhor dos Senhores. Será também entregue à guerra, o sangue correrá por todo lado. As igrejas serão fechadas ou profanadas. Os sacerdotes e os religiosos serão expulsos. Serão entregues à morte, e morte cruel. Vários abandonarão a fé, e o número dos sacerdotes e religiosos que se afastarão da verdadeira Religião será grande. Entre essas pessoas encontrar-se-ão até bispos.
“No ano de 1864, Lúcifer e um grande número de demônios serão soltos do inferno. Eles abolirão a fé pouco a pouco, até nas pessoas consagradas a Deus. Eles as cegarão de tal maneira que, salvo uma graça particular, adquirirão o espírito desses maus anjos. Várias casas religiosas perderão inteiramente a fé e perderão muitas almas.
“Os maus livros abundarão sobre a Terra, e os espíritos das trevas espalharão por toda parte um relaxamento universal em tudo o que se refere ao serviço de Deus. Eles terão grandíssimo poder sobre a natureza.
“Existirão igrejas para cultuar esses espíritos. Pessoas serão transportadas de um lugar a outro por esses espíritos maus, até sacerdotes, porque não se terão conduzido pelo bom espírito do Evangelho, que é um espírito de humildade, caridade e zelo pela glória de Deus. Far-se-ão ressuscitar mortos e justos (quer dizer, tais mortos tomarão a figura de almas justas que viveram na Terra, para seduzir mais os homens; esses supostos mortos ressuscitados, que não serão outra coisa senão o demônio encarnado nessas figuras, pregarão outro evangelho contrário ao do verdadeiro Jesus Cristo, negando a existência do Céu). Ou ainda almas de condenados.
“Todas essas almas aparecerão como unidas a seus corpos. Em todos os lugares haverá prodígios extraordinários, porque a verdadeira fé se apagou e uma falsa luz ilumina o mundo. Ai dos príncipes, da Igreja que então estarão ocupados apenas em amontoar riquezas acima de riquezas, salvaguardar sua autoridade e dominar com orgulho!
“O Vigário de meu Filho terá muito que sofrer, porque durante algum tempo a Igreja será entregue a grandes perseguições. Será o tempo das trevas, e a Igreja passará por uma crise pavorosa.
“Tendo sido esquecida a santa fé em Deus, cada indivíduo desejará guiar-se por si próprio e ser superior a seus semelhantes. Serão abolidos os poderes civis e eclesiásticos.
“Toda ordem e toda justiça serão calcados aos pés. Não se verá outra coisa senão homicídios, ódio, inveja, mentira e discórdia, sem amor pela pátria e sem amor pela família.
“O Santo Padre sofrerá muito. Eu estarei com ele até o fim, para receber o seu sacrifício. Os maus atentarão várias vezes contra sua vida sem poder abreviar seus dias, mas nem ele nem seu sucessor ... verão o triunfo da Igreja de Deus.
“Os governantes civis terão todos um mesmo objetivo, que consistirá em abolir e fazer desaparecer todo princípio religioso para dar lugar ao materialismo, ao ateísmo, ao espiritismo e a toda espécie de vícios.
“No ano 1865 ver-se-á a abominação nos lugares santos. Nos conventos as flores da Igreja serão apodrecidas, e o demônio tornar-se-á como que o rei dos corações.
“Que os dirigentes das comunidades religiosas estejam atentos em relação às pessoas que devem receber, porque o demônio usará toda sua malícia para introduzir nas ordens religiosas pessoas entregues ao pecado, pois as desordens e o amor aos prazeres carnais estarão espalhados por toda a Terra.
“A França, a Itália, a Espanha e a Inglaterra estarão em guerra. O sangue correrá nas ruas, o francês combaterá contra o francês, o italiano contra o italiano. A seguir haverá uma guerra geral, que será horrorosa. Durante certo tempo Deus não se lembrará mais da França nem da Itália, porque o Evangelho de Jesus Cristo não será mais conhecido.
“Os maus estenderão toda sua malícia. Até nas casas as pessoas matar-se-ão e massacrar-se-ão mutuamente.
“Ao primeiro golpe de sua espada fulgurante [refere-se a Deus], as montanhas e a natureza inteira tremerão de espanto, porque as desordens e os crimes dos homens traspassarão a abóbada celeste. Paris será queimada, e Marselha engolida [pelas águas].
“Várias grandes cidades serão abaladas e tragadas por tremores de terra. Crer-se-á que tudo está perdido. Só se verão homicídios, e se ouvirão apenas ruídos de armas e blasfêmias.
“Os justos sofrerão muito. Suas orações, sua penitência e suas lágrimas subirão até o céu e todo o povo de Deus pedirá perdão e misericórdia. E pedirá minha ajuda e intercessão.
“Jesus Cristo, por um ato de sua justiça e de sua grande misericórdia em relação aos justos, ordenará a seus anjos que dêem morte a todos os seus inimigos. De repente os perseguidores da Igreja de Jesus Cristo e todos os homens entregues ao pecado perecerão, e a Terra tornar-se-á como um deserto.
“Então será feita a paz, a reconciliação de Deus com os homens. Jesus Cristo será servido, adorado e glorificado. A caridade florescerá por toda parte.
“Os novos reis serão o braço direito da Santa Igreja, a qual será forte, humilde, piedosa, pobre, zelosa e imitadora das virtudes de Jesus Cristo.
“O Evangelho será pregado por toda parte e os homens farão grandes progressos na fé, porque haverá unidade entre os operários de Jesus Cristo e os homens viverão no temor de Deus.
“Esta paz entre os homens não será longa. Vinte e cinco anos de safras abundantes lhes farão esquecer que os pecados dos homens são a causa de todas as desgraças que sucedem na terra.
“Um precursor do Anticristo, com tropas de várias nações, guerreará contra o verdadeiro Cristo, único Salvador do mundo, derramará muito sangue e tentará aniquilar o culto de Deus, para se fazer cultuar como um deus”.
“A Terra será atingida por toda espécie de flagelos (além da peste e da fome, que serão gerais). Haverá guerras até a última guerra, que será movida pelos dez reis do Anticristo, cujo objetivo será o mesmo e serão os únicos a governarem o mundo.
“Antes que isto aconteça, haverá uma espécie de falsa paz no mundo. Não se pensará em outra coisa, senão em se divertir. Os maus se entregarão a toda sorte de pecados.
“Mas os filhos da Santa Igreja, os filhos da fé, meus verdadeiros imitadores, acreditarão no amor de Deus e nas virtudes que me são mais caras. Felizes essas almas humildes conduzidas pelo Espírito Santo! Eu combaterei junto a elas até que atinjam a plenitude da idade”.
“A natureza exige vingança por causa dos homens e estremece de pavor, na espera do que deve acontecer à Terra emporcalhada de crimes. Tremei, ó Terra, vós que fizestes profissão de servir a Jesus Cristo, mas que no vosso íntimo adorais a vós próprios.
“Tremei, pois Deus vos entregará a seu inimigo, porque os lugares santos estão imersos na corrupção. Muitos conventos não são mais casas de Deus, mas pastagens de Asmodeu e os seus [demônios]. Durante esse tempo nascerá o Anticristo de uma religiosa hebraica, uma falsa virgem que terá comunicação com a velha serpente.
“E o mestre da impureza, seu pai, será bispo. Ao nascer, vomitará blasfêmias e terá dentes. Numa palavra, será o diabo encarnado. Dará gritos aterrorizadores, fará prodígios, alimentar-se-á só de impurezas. Terá irmãos que, embora não sejam como ele outros demônios encarnados, serão filhos do mal. Aos doze anos eles se farão notar pelas valorosas vitórias que obterão. Logo estará cada um à testa de exércitos, assistidos por legiões do inferno.
“As estações mudarão, a terra só dará maus frutos, os astros perderão seus movimentos regulares, a Lua não projetará senão uma débil luz avermelhada. A água e o fogo darão ao globo terrestre movimentos convulsivos e horríveis tremores de terra, que engolirão montanhas, cidades, etc..
“Roma perderá a fé e se tornará sede do Anticristo.
“Os demônios do ar, junto com o Anticristo, farão grandes prodígios na terra e nos ares. E os homens se perverterão cada vez mais. Deus tomará sob seus cuidados os fiéis servidores e os homens de boa vontade, o Evangelho será pregado por toda parte, todos os povos e todas as nações terão conhecimento da verdade.
“Eu dirijo um premente apelo à Terra. Apelo aos verdadeiros discípulos do Deus vivo que reina nos Céus. Apelo aos verdadeiros imitadores de Jesus Cristo feito homem, o único e verdadeiro Salvador dos homens.
“Apelo aos meus filhos, meus verdadeiros devotos, aqueles que se deram a mim para que eu os conduza a meu divino Filho, aqueles que levo por assim dizer nos meus braços, que vivem de meu espírito.
“Enfim, apelo aos Apóstolos dos Últimos Tempos, aos fiéis discípulos de Jesus Cristo que viveram no desprezo do mundo e de si próprios, na pobreza e na humildade, no desprezo e no silêncio, na oração e na mortificação, na castidade e na união com Deus, no sofrimento e desconhecidos do mundo.
“É chegado o tempo para que eles saiam e venham iluminar a Terra. Ide e mostrai-vos como meus filhos amados. Estou convosco e em vós, contanto que vossa fé seja a luz que vos ilumina nestes dias de desgraças.
“Que vosso zelo vos faça como que famintos da glória e honra de Jesus Cristo. Combatei, filhos da luz, pequeno número que isto vedes, pois aí está o tempo dos tempos, o fim dos fins.
“A Igreja será eclipsada, o mundo estará na consternação. Mas eis Enoc e Elias cheios do Espírito de Deus. Eles pregarão com a força de Deus, os homens de boa vontade acreditarão em Deus e muitas almas serão consoladas. Eles farão grandes progressos, pela virtude do Espírito Santo, e condenarão os erros diabólicos do Anticristo.
“Ai dos habitantes da Terra! Haverá guerras sangrentas e fome, peste e doenças contagiosas. Haverá chuvas feitas de saraivadas espantosas de animais, trovoadas que abalarão as cidades, terremotos que engolirão países. Ouvir-se-ão vozes pelos ares. Os homens baterão as cabeças contra as paredes. Pedirão a morte, e por outro lado a morte será seu suplício. O sangue correrá de todo lado.
“Quem poderá resistir, se Deus não diminuir o tempo da prova? Deus se deixará dobrar pelo sangue, lágrimas e orações dos justos. Enoc e Elias serão mortos. Roma pagã desaparecerá. O fogo do céu cairá e consumirá três cidades.
“Todo o universo será tomado de terror, e muitos se deixarão seduzir, porque não adoraram o verdadeiro Cristo vivo entre eles. Chegou a hora, o sol se obscurece, só a fé viverá.
“Chegou o tempo, o abismo se abre. Eis o rei dos reis das trevas, eis a Besta com seus súditos, dizendo ser o salvador do mundo. Ele se elevará orgulhosamente nos ares para ir até o céu. Será asfixiado pelo sopro de São Miguel Arcanjo. Cairá. E a Terra, que durante três dias terá estado em contínuas evoluções, abrirá seu seio cheio de fogo. Ele será submerso para sempre, com todos os seus, nos despenhadeiros eternos do inferno.
“Então a água e o fogo purificarão a Terra e consumirão todas as obras do orgulho dos homens, e tudo será renovado. Deus será servido e glorificado”.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Ex-jogador do Manchester entra para o seminário católico


O Pontifício Colégio Irlandês de Roma, na Itália, é agora o lar de Phil Mulryne, de 34 anos, ex-jogador do Manchester United e do Norwich, que descobriu no trabalho social sua vocação ao sacerdócio.

Conforme informou o site espanhol Religión en Libertad, "Mulryne tinha fama de ser divertido, amigável e um pouco indisciplinado". Formou-se nas divisões juvenis do Manchester United junto de David Beckham até que foi transferido ao Norwich em 1999. Ele chegou a integrar a seleção da Irlanda do Norte, de cuja concentração foi retirado em 2005 por falta disciplinar.

Devido às constantes lesões, ele deixou definitivamente o futebol em 2008. Religión en Libertad assinalou que sua participação em atividades solidárias e caritativas teria chamado a atenção do Bispo de Down and Connor (Irlanda), Dom Noel Treanor, quem lhe expôs sua possível vocação sacerdotal.

Seu ex-companheiro no Norwich, Paul McVeigh, disse à imprensa inglesa que mantinha contato com o Mulryne "e sabia que tinha dado uma reviravolta em sua vida, que fazia muito trabalho social e ajudava os sem teto semanalmente. Ainda assim, impactou-me que ele sentisse este chamado".

"O que está claro é que não é algo a ser tomado às pressas, porque para ser ordenado sacerdote católico ele terá que estudar dois anos de filosofia e quatro de teologia", afirmou o amigo.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

sábado, 11 de fevereiro de 2012



sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Santa Escolástica


Santa Escolástica era irmã gémea do grande São Bento, pai do monaquismo. Nasceu numa região do centro da Itália em 480; tristemente perdeu sua mãe no parto.
Gémea de Bento, tornou-se também gémea de busca de santidade e missão, já que ambos deram testemunho de santos fundadores. A vida totalmente consagrada a Deus de Escolástica começou até antes do irmão; porém, foi aprofundada quando seguiu o irmão até que ele se instalou em Cassino. Desta forma, Escolástica, fundadora das irmãs beneditinas, sempre esteve ligada a Bento.
Relata-nos o Papa São Gregório Magno que Escolástica e Bento embora morassem pertinho, apenas se encontravam para diálogos santos uma vez ao ano. Daí que, no encontro que seria o último, Santa Escolástica pediu ao irmão que desta vez ficasse, a fim de se enriquecerem em conversas santas até ao amanhecer, mas foi repreendida pelo irmão, pois seria causa de transgressão da Regra.
Diante da resposta negativa do irmão e com o coração pulsando de amor fraterno, Santa Escolástica entrelaçou as mãos, abaixou a cabeça e rapidamente conversou com Deus. De repente, levantou-se um tamanha tempestade que São Bento ficou impedido de sair com seus irmãos.
Vendo o irmão zangado, Santa Escolástica esclareceu: "Pedi-te a ti e tu não me ouviste; pedi ao Senhor e ele me ouviu. Vai-te embora, se puderes, volta para o teu mosteiro". Depois daquela providencial partilha de graça e oração, São Bento regressou ao mosteiro e passados três dias percebeu numa visão a morte de sua irmã que o antecedeu 40 dias no céu.

Frases de Santos

"Quando se quer atingir um fim, deve-se procurar os seus meios. Jesus me fez compreender que era pela cruz que Ele queria me dar almas e minha atração pelo sofrimento cresceu na medida em que o sofrimento aumentou". (MA 69v)
Santa Teresinha do Menino Jesus

Indonésia: Igreja denuncia sequestro e conversão ao islão de crianças timorenses


Cerca de mil crianças oriundas de Timor-Leste e que foram retiradas de suas famílias, há uma década, continuam retidas na Indonésia onde foram convertidas ao Islão.
Hoje, denunciam fontes da igreja indonésia citadas pela agência Fides, muitas destas crianças encontram-se em centros de acolhimento em Java ocidental, “nas mãos de ‘educadores’ muçulmanos que se recusam a entregá-las novamente às suas famílias”.
Segundo a Fides, esta história terá sido confirmada também por organizações humanitárias católicas que até já terão tentado, sem sucesso, fazer regressar estas crianças aos seus agregados familiares em Timor-Leste.
Para o padre Benny Susetyo, Secretário da Comissão Episcopal para o Diálogo Inter-religioso, este é “um caso muito triste, um claro abuso”. A Comissão Episcopal já denunciou esta situação junto do governo indonésio, Nações Unidas e organizações muçulmanas, como um abuso dos direitos humanos e de liberdade religiosa. Para o padre Susetyo, “grupos muçulmanos querem impor regras inspiradas na sharia, a lei islâmica".
Este caso de aparente sequestro de crianças timorenses é ainda consequência da independência do país, obtida após um referendo realizado em 1999 e que degenerou numa onda extrema de violência.
Ainda segundo a agência Fides, alguns pais timorenses já conseguiram entretanto localizar os seus filhos, mas, mesmo assim, os responsáveis pelos colégios onde eles se encontram não os libertam. Departamento de Informação da Fundação AIS

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Madre Mariana de Jesus Torres


Madre Mariana de Jesus Torres, nasceu na Espanha em 1563. Desde cedo se dedicou à vida religiosa. Aos 13 anos de idade, com sua Tia Madre Maria e mais algumas outras freiras, foi para a cidade de Quito, no Equador, para a fundação do Mosteiro Real da Imaculada Conceição. No caminho o demônio lhe apareceu querendo destruir a embarcação para que o Mosteiro não fosse fundado. Mas Nossa Senhora venceu o inimigo e as águas do mar se acalmaram, pois o demônio produzia grandes ondas afim de afundar o navio.

De santidade incomum recebeu a visita de Nossa Senhora por várias vezes.

O livro que relata sua vida e a fundação do Mosteiro Real é magnífico. Peço que leiam, por que não encontrarão livro igual.

Pode ser conseguido na livraria Petrus:
http://www.livrariapetrus.com.br/pesquisa.asp?pesq=Madre+Mariana&cat=todos&x=14&y=8

Repito: o livro é magnífico e tenho certeza de que fará muito bem para quem o ler.

Transcrevo parte do livro, onde Nossa Senhora dá uma mensagem para Madre Mariana de Jesus Torres:

Apagar-se-á a luz preciosa da fé nas almas; se desbordarão as paixões e haverá total corrupção dos costumes. Dar-se-ão muitos enormes sacrilégios. A atmosfera estará repleta do espírito de impureza o qual, a maneira de um mar imundo, correrá pelas ruas, praças e lugares públicos com uma liberdade assombrosa; não haverá quase inocência nas crianças nem pudor nas mulheres.

Chegarão momentos nos quais parecerá tudo perdido. Então é chegada a minha hora, na qual Eu, de uma maneira assombrosa, destronarei ao soberbo Satanás, pondo-o abaixo de meus pés, encadeando-o no abismo infernal, deixando por fim livres a Igreja e a Pátria dessa cruel tirania.
Postado por Blog Almas Castelos às 13:21 (cortesia)

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

O perdão da mãe tirou o filho do purgatório


Contaram a uma senhora da alta sociedade que seu filho tinha sido assassinado, e que o assassino se havia refugiado ao palácio dela.

Lembrou-se a pobre mãe de que também a Santíssima Virgem perdoara os crucificadores de seu Filho e, em lembrança das dores da Virgem, perdoou generosamente ao refugiado. Não contente com isso, mandou dar cavalos, dinheiro e roupa ao criminoso, para que se salvasse pela fuga.

Apareceu então a esta senhora o filho assassinado, dizendo que não só se salvara, como também fora livre do purgatório pela Mãe de Deus, por causa do perdão generosamente concedido ao inimigo.

Do contrário, lhe teria sido muito longo o purgatório, mas que naquele momento ia entrar logo no céu.

Reflexão: Muitas vezes ficamos magoados por motivos banais com algum amigo ou familiar e assim, deixamos até de falar com a pessoa por anos. Que ínfimo é isso perto do que esta mãe fez. E quão grandiosa recompensa este ato dela causou. Tenhamos isso sempre em nossa memória.

Reze para que a Virgem Santíssima sempre esteja com você nos momentos difíceis e lhe ensine a perdoar com Ela perdoou os crucificadores de Cristo Nosso Senhor.

Extraído do livro: Glórias de Maria – Santo Afonso de Ligório

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Arábia Saudita: governo planeia deportar cristãos


A denúncia é da organização de defesa dos direitos humanos, Human Rights Watch (HRW), que acusou esta semana o Governo da Arábia Saudita de ter planos para a deportação de cristãos etíopes detidos no final do ano passado, na cidade de Jidá, “por reunião ilícita”. Trata-se de um grupo de 35 cristãos, sendo que a HRW acusou igualmente as autoridades policiais sauditas de terem humilhado 29 mulheres que participavam na reunião, revistando-as de forma íntima.

Os etíopes estavam reunidos numa casa particular, celebrando o Advento, quando a polícia invadiu o lugar. O investigador da HRW, Christoph Wilcke, denuncia a contradição entre o comportamento da polícia saudita, que “esmaga os direitos dos crentes”, enquanto o rei Abdullah bin Abdelaziz, o soberano da Arábia Saudita, tenta promover um centro de diálogo inter-religioso. Recorde-se que em Outubro do ano passado a Arábia Saudita, a Espanha e a Áustria assinaram um memorando para a criação de um centro internacional para o diálogo inter-religioso, que pretende ser um instrumento para a prevenção e solução de conflitos, tendo ficado acordado que o principal financiamento desta estrutura caberia ao soberano saudita. O centro terá um directório com nove menbros, que incluem representantes das principais cinco religiões do mundo – Cristianismo, Islão, Judaísmo, Hinduísmo e Budismo – sendo que o Vaticano deverá participar como membro observador.

Departamento de Informação da Fundação AIS | info@fundacao-ais.pt

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Oração do Professor


Senhor, quero agradecer-Vos a grande missão de ensinar para a qual me chamastes. Comprometo-me Convosco a educar para a vida, a semear ciência e virtude no coração dos meus alunos. Aceitai o meu trabalho de professor, feito com enormes dificuldades nos dias em que vivemos.
Grandes são os desafios da educação, mas também são encorajadoras as metas a alcançar. Proponho-me trabalhar para ajudar os meus alunos a atingirem a esmerada educação para caminharem sempre por sendas direitas.
Agradeço-Vos também os êxitos já alcançados e o caminho percorrido. Que eu tenha coragem para recomeçar todos os dias. Enchei-me de humildade e de paciência para poder ser bom comunicador e ser bem aceite pelos meus alunos.
O dom da vida que Vós me destes é maravilhoso. Deixai-me vivê-lo para utilidade dos meus irmãos. Amen.

Seguidores

Acerca de mim

A minha foto

Alguém que procura um encontro com Jesus.

A minha Lista de blogues