segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

A novena de confiança e gratidão ao Coração Doloroso e Imaculado de Maria

Quinto dia:

QUARTA DOR: MARIA ENCONTRA JESUS NO CAMINHO DO CALVÁRIO
Lembrai-vos, divina Mãe, da vossa dor quando encontrastes JESUS no caminho do Calvário. Os vossos dois olhares cruzaram-se. Em que estado encontrastes o vosso Filho! A Sagrada Face está coberta de pó, de sangue e de escarros! A multidão que O rodeia grita o seu ódio por Aquele que não é senão amor: um ódio que Vos causaria medo, se a vossa fé não fosse mais forte.

O vosso Coração Doloroso sente-se despedaçado. Vós quereríeis aliviá-Lo e ajudá-Lo. Mas não podeis senão oferece-Lo ao PAI, e oferecer ao vosso JESUS o apoio do vosso Coração esmagado, mas forte e generoso, que quer ir com Ele até à consumação do Sacrifício pela morte ignominiosa.

Os vossos dois Corações Dolorosos compreendem-se… Os vossos dois Corações Dolorosos amparam-se um ao outro.

Pela vossa dor comum, santíssimos Corações de JESUS e de MARIA, tende piedade dos pobres pecadores.

Olhai com amor, Senhor, a vossa Igreja, para a proteger; o seu Chefe, o nosso Santo Padre bem-amado, para o ajudar; os que sofrem pela sua fé, em vosso Nome, para os reconfortar. Olhai com misericórdia os países onde a vossa Igreja é perseguida e, pelas lágrimas de vossa Mãe, trazei a toda a parte a liberdade religiosa e a paz.

Dignai-Vos também ajudar-nos a seguir JESUS; a levar a nossa cruz com Ele; a abandonar-nos, como Ele, à vontade do PAI.

Pelo vosso Coração Doloroso e Imaculado, Mãe generosa e forte, obtende-nos, se for da glória de DEUS, a graça de que precisamos… Nós temos confiança em Vós.

No caminho do Calvário, o encontro doloroso.

PAI Santo, eu Vos ofereço todas as dores de JESUS e de MARIA no caminho do Calvário, a fim de obter para os homens culpados a misericórdia e a salvação.
Sexto dia:

QUINTA DOR: A CRUCIFIXÃO.

Lembrai-Vos, Senhor JESUS, do sofrimento de vossa Mãe durante a vossa crucifixão.

O seu Coração Doloroso bate, a rasgar-se, quando os algozes arrancam violentamente a túnica colada às vossas chagas, quando o martelo prega os cravos que atravessam as vossas mãos e os vossos pés, prendendo-Vos ao madeiro da cruz.

Lembrai-Vos da fé, da esperança e do amor que A mantém de pé junto à vossa cruz durante as três horas de agonia, acolhendo as vossas sete palavras que nos revelam:

- A vossa misericórdia suprema:

“PAI, perdoai-Ihes; eles não sabem o que fazem”. (Le 23, 34).

“Hoje mesmo, estarás comigo no Paraíso” (Le 23, 43)

- O vosso legado tão precioso à humanidade:

“Mulher, eis aí o teu filho – Eis aí a tua Mãe”. (Jo 19,26-27).

- O grande abandono:

“Meu DEUS, por que me abandonastes?” (Mt 27,46 – Mc 25,34)

- O atroz dilacerar-se da vossa alma, levado ao seu grau supremo:

“Tenho sede” (sede do nosso amor, sede de nossas almas) (Jo 19,28).

- O testemunho de ter ido até ao fim com amor:

“Tudo está consumado” (Jo 19, 30).

- O abandono à vontade do PAI:

“PAI, em tuas mãos entrego o meu espírito”. (Le 23, 46).

Coração de Maria, despedaçado pela dor no Calvário, fazei-nos sentir todo o horror, toda a fealdade do pecado; dai-nos uma fidelidade sem desfalecimentos à graça divina. Oferecei o Salvador crucificado para salvar o Mundo desnorteado.

Senhor JESUS, pela oferta de vossa divina Mãe unida à vossa ao pé da cruz, tende piedade da humanidade culpada e salvai-a.

Coração Sagrado e Misericordioso de JESUS, tende piedade de nós. Nós acreditamos no vosso amor por nós.

Coração doloroso e Imaculado de Maria, rogai por nós que recorremos a Vós. Nós temos confiança em Vós.

Ao pé da Cruz “STABAT MATER DOLOROSA”

Senhor JESUS, nós Vos oferecemos os méritos de MARIA, vossa e nossa Mãe, ao pé da cruz, para aplacar a vossa divina justiça

Sétimo dia:

SEXTA DOR: O GOLPE DA LANÇA E A DESCIDA DA CRUZ.
Lembrai-Vos, Nossa Senhora da Cruz, do vosso pavor quando o soldado enterrou a lança no Coração de JESUS. O vosso Coração maternal sentiu o golpe e, ao mesmo tempo, todos os golpes da lança dos nossos pecados, das nossas indiferenças e das nossas ingratidões; todos os golpes da lança do ódio, das heresias, dos erros, que arrancariam as almas, pagas tão caro, ao Amor infinito que as criou e as resgatou.

Que indizível sofrimento, quando recebestes nos vossos braços, à descida da cruz, o corpo inanimado do vosso Filho!

Por esta dor cruciante, obtende-nos a generosidade para responder sempre sim, segundo o vosso exemplo, aos chamamentos do Coração trespassado de JESUS.

Ao pé da cruz, Vós sois a Mãe de Coração Doloroso, trespassado, e repetis à minha alma a palavra que disse à Lúcia de Fátima, mostrando o vosso Coração cercado de espinhos: “Olha para o meu Coração todo crivado de es­pinhos, que os homens me cravam a todos os momentos com suas blasfêmias e ingratidões. Tu, ao menos, procu­ra consolar-Me”.

Coração Doloroso de Maria, nós queremos consolar­Vos, amando JESUS, permanecendo-Lhe fiéis, e trazendo muitas almas ao seu amor. Obtende-nos esta graça e fazei­nos apóstolos do vosso Reino.

Pelo vosso Coração Doloroso e Imaculado, oferecendo-se em hóstia com CRISTO imolado, obtende-nos, Mãe toda pura, se for da glória de DEUS, a graça de que precisamos… Nós temos confiança em Vós. Coração do­loroso e Imaculado de Maria, rogai por nós e salvai-nos.

Na descida da Cruz, a Mãe do Coração Doloroso.

PAI Santo, eu Vos ofereço as Chagas sagradas do Divino Redentor, especialmente a do seu Coração ferido, e o Coração trespassado de sua santa Mãe, para obter a conversão das almas.
fonte: ADF

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

Acerca de mim

A minha foto

Alguém que procura um encontro com Jesus.

Arquivo do blogue

A minha Lista de blogues