segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Reze pelos 50 mil cristãos presos em campos de concentração na Coreia comunista


Nova York (Agência Fides) – Deter os crimes contra a humanidade, pleno respeito pelos direitos humanos, proteção da liberdade religiosa: é o apelo lançado pelas Organizações não-governamentais de inspiração cristã como “Christian Solidarity Worldwide” (CSW) e “Open Doors”, ao novo líder da Coréia do Norte, Kim Jong-un. As duas ONGs trabalham para a defesa da liberdade religiosa no mundo e promovem projetos de assistência às comunidades cristãs que sofrem.

Atualmente, observa a “Korean Church Coalition for North Korea Freedom” na Coreia do Norte existem várias “comunidades cristãs subterrâneas” e “missionários clandestinos” que, se pegos, são executados publicamente.

A Agência Fides, CSW insta o regime norte-coreano “a fechar os campos de prisioneiros, deter as execuções, respeitar a liberdade religiosa e libertar todos os presos de consciência”, convida a comunidade internacional “a pressionar a fim de promover essas mudanças”. CSW lembra que “mais de 200 mil pessoas estão nos campos, sujeitas às piores formas de tortura, onde os cristãos são presos apenas por causa de suas crenças”. CSW ajudou a instituir a “Coalizão Internacional para deter os crimes contra a humanidade na Coreia do Norte” (ICNK) que conta 40 ONGs internacionais. (PA) (Agência Fides 20/12/2011).

Reze pelos cristãos coreanos.Nota: A Coreia do Norte é um país totalmente fechado, regido por uma ditadura comunista cruel e desumana, onde os cidadãos não tem liberdade alguma de pensamento, os cristãos que lá vivem não podem professar sua fé, pois são perseguidos pelas autoridades do governo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

Acerca de mim

A minha foto

Alguém que procura um encontro com Jesus.

A minha Lista de blogues