quinta-feira, 21 de julho de 2011

China ordena bispo sem autorização do Vaticano


Mantém-se a relação tensa entre o Vaticano e Pequim. Desta vez, Roma critica o regime chinês por ordenar uma vez mais um novo bispo, o que acontece novamente sem autorização do Papa e foi considerado como contrário à “união da Igreja”.

Segundo o director da sala de imprensa da Santa Sé, citado pela agência Ecclesia, este acontecimento foi seguido pelo Papa com “dor e preocupação”. A Associação Patriótica Católica (APC), subordinada a Pequim, ordenou ontem o padre Huang Bingzhang como bispo de Shantou, na província de Guangdong, na costa sudeste da China. Segundo a Rádio Vaticano, “vários bispos “em comunhão com o Papa” foram obrigados pela APC a participar na cerimónia, considerada “ilegítima” pela Santa Sé o que, à luz do Direito Canónico, pode levar à excomunhão dos que ordenaram e foram ordenados na mesma.

Departamento de Informação da Fundação AIS

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

Acerca de mim

A minha foto

Alguém que procura um encontro com Jesus.

Arquivo do blogue

A minha Lista de blogues