segunda-feira, 30 de agosto de 2010


Santo Estevão, rei da Hungria, não menos célebre pela sua terna piedade para com Maria do que pelas eminentes qualidades que praticou no trono, tinha tão profundo respeito pelo nome sagrado da Mãe de Deus, que não ousava nem mesmo pronunciá-lo: chamava Maria a Grande Senhora.

Todos os seus súditos, a seu exemplo, davam-lhe o mesmo título. E se acontecia que na sua presença se pronunciasse o nome de Maria, logo todos dobravam o joelho, para testemunhar sua veneração por um nome tão augusto.

(“Maria ensinada à mocidade”
(Transcrito de Cultura Católica

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

Acerca de mim

A minha foto

Alguém que procura um encontro com Jesus.

Arquivo do blogue

A minha Lista de blogues