segunda-feira, 7 de novembro de 2011

NAMORO PELA INTERNET DÁ CERTO?


Estamos a viver na época da cultura digital, e isto significa também novos comportamentos, novas formas de relacionamento, inclusive os amorosos. Não é difícil encontrar, hoje, pessoas que se conheceram pela rede mundial de computadores, começaram uma amizade e esta, por sua vez, transformou-se em namoro e até em casamento.
Por outro lado, não é difícil encontrar pessoas frustradas, decepcionadas ou lesadas porque acreditaram em algum tipo de “Dom Juan” virtual. Como é o caso da secretária Janinha Pereira de Freitas, de Montes Claros (MG), que havia marcado um encontro com um homem que ela teria conhecido por intermédio de um site de relacionamentos havia poucos dias. Ela foi encontrada, morta, com marcas de violência e o principal suspeito seria o então “namorado virtual” dela.
“O nosso comportamento nas relações face a face deveria ser o mesmo na internet, ou seja, se tu não levas para casa alguém que acabaste de conhecer na rua, dever-se-ia ter o mesmo cuidado na internet”, aconselha a psicóloga Andréa Jotta, do Centro de Pesquisas da Psicologia da Informática (NPPI) da PUC-SP.
“Tu não sabes como aquela pessoa que acabas de conhecer na internet é como o pai, a mãe, ou como as pessoas à tua volta”, recorda Andréa.
Para a psicóloga, na internet, as pessoas mostram a melhor parte delas ou aquela parte que elas querem que conheças, a melhor foto, o melhor perfil, etc. “Aquilo que vês da pessoa, na internet, é só uma faceta dela, por trás daquilo há muito mais coisas que revelam quem realmente é aquela pessoa”, conclui a profissional.
Namoro, pela web, pode dar certo, desde que se conheça e se conviva com a pessoa de forma presencial. Nada substitui a presença do (a) namorado (a) ao seu lado, afinal, é no dia a dia que nós descobrimos quem verdadeiramente é ele (a).
Algumas dicas para quem está de namorico na rede:
• Pesquisa sobre essa pessoa, procura referências sobre ela e nunca marques um encontro-relâmpago com ela sem antes conhecer algo sobre a sua vida, como endereço, lugar de trabalho, faculdade, entre outros.
• Se fores marcar um primeiro encontro, leva mais uma pessoa contigo. Prevenir é melhor do que remediar. Além disso, ele deve acontecer em lugares públicos como um shopping, por exemplo.
• E lembra-te: não há uma pessoa perfeita, é melhor conviveres um pouco com ela para depois dares o teu “sim” para um namoro.
• Internet pode ser uma janela, um meio de conhecimento, mas não é a via principal de um namoro.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

Acerca de mim

A minha foto

Alguém que procura um encontro com Jesus.

Arquivo do blogue

A minha Lista de blogues