sábado, 17 de dezembro de 2011

Santa Olímpia, viúva, diaconisa, +408


Pertencia à mais alta nobreza bizantina e casou ainda muito jovem com o prefeito de Constantinopla. Enviuvando aos 20 anos de idade, não quis contrair novo casamento, mas resolveu consagrar-se inteiramente a Deus, e utilizou sua imensa riqueza na fundação de um hospital e um orfanato, servidos por religiosas das quais ela era superiora. Quando João Crisóstomo, seu director espiritual, foi injustamente expulso do Patriarcado de Constantinopla, Olímpia continuou fiel a ele e recusou-se a reconhecer o intruso irregularmente nomeado para substituí-lo como patriarca. Foi por isso perseguida e a sua comunidade foi dispersada. Partiu para o exílio, onde morreu ainda jovem.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

Acerca de mim

A minha foto

Alguém que procura um encontro com Jesus.

Arquivo do blogue

A minha Lista de blogues