sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Discurso sobre o aborto, proferido pela Madre Teresa de Calcutá , no dia 03 de fevereiro de 1994:


(...)"Eu sinto que o grande destruidor da paz hoje é o aborto, porque é uma guerra contra a criança, uma matança direta de crianças inocentes, assassinadas pela própria mãe.
E se nós aceitamos que uma mãe pode matar até mesmo seu próprio filho, como é que nós podemos dizer às outras pessoas para não matarem? Como é que nós persuadimos uma mulher a não fazer o aborto? Como sempre, nós devemos persuadi-la com amor e nós devemos nos lembrar que o amor significa estar disposto a doar-se até que machuque. Jesus deu Sua vida por amor de nós. Assim, a mãe que pensa em abortar, deve ser ajudada a amar, ou seja, a doar-se até que machuque seus planos, ou seu tempo livre, para respeitar a vida de seu filho. O pai dessa criança, quem quer que seja ele, deve também doar-se até que machuque.

Através do aborto, a mãe não aprende a amar, mas mata seu próprio filho para resolver seus problemas.

E, através do aborto, diz-se ao pai que ele não tem que ter nenhuma responsabilidade pela criança que ele trouxe ao mundo. Este pai, provavelmente vai colocar outras mulheres na mesma situação. Logo, o aborto apenas traz mais aborto.

Qualquer país que aceite o aborto não está ensinando o seu povo a amar, mas a usar de qualquer violência para conseguir o que se quer. É por isso que o maior destruidor do amor e da paz é o aborto.

(...) Mas o que Deus diz para nós? Ele diz: "Mesmo se a mãe se esquecer de seu filho, Eu jamais te esquecerei. Eu gravei seu nome na palma de minha mão." (Is 49) Nós estamos gravados na palma da mão de Deus; aquela criança que ainda não nasceu está gravada na mão de Deus desde a concepção e é chamada por Deus a amar e ser amada, não somente nessa vida, mas para sempre. Deus jamais se esquece de nós.

(...) Deus jamais nos esquecerá e sempre existe algo que você e eu podemos fazer. Nós podemos manter a alegria do amor de Jesus em nossos corações, e partilhar esta alegria com todos aqueles de quem nos aproximarmos.

Vamos insistir que, cada criança não seja indesejada, mal amada, mal cuidada, ou morta e jogada fora. E doar-se ate que machuque, com um sorriso."

Madre Teresa de Calcutá

No dia 27 de novembro de 2010, o Papa Bento XVI decretou o Dia Mundial da Vida pelo Nascituro.

Vamos fazer uma corrente de oração pela VIDA!!!

Para ajudar a parar a anti-vida crescente nos EUA, o ex-arcebispo Fulton F. Sheen encorajou a adoção espiritual de uma criança não nascida. Esta adoção espiritual de uma criança particular, mas desconhecida, cujo aborto deve ser interrompido, permitindo-lhe que continue a viver. Durante essa vida terrena, esta criança que você adotou espiritualmente, será conhecida apenas por Deus, mas na outra vida, espera-se que você encontre essa criança, cuja vida foi salva por suas orações, e desfrute a felicidade eterna com ela.

Para ajudar a realizar isto também aqui no Brasil, recomendamos que se reze, diariamente esta oração, no período de um ano - oração em intercessão para os não nascidos:

Jesus, Maria, José, nós vos amamos e lhes imploro que tenham misericórdia da vida do bebê não nascido que eu adotei espiritualmente e que está em perigo de ser abortado.(Rezar 01 Ave Maria)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

Acerca de mim

A minha foto

Alguém que procura um encontro com Jesus.

Arquivo do blogue

A minha Lista de blogues