quarta-feira, 8 de junho de 2011

Por que a expressão “o diabo me fez fazer isso” é falsa e enganosa


A ação persuasiva do demônio

“O demônio não obriga: ele propõe, sugere, convence, seduz …”

O demônio não tem poder para forçar os homens a fazer algo, por isso, ele tenta persuadir e seduzi-los.

“O demônio não obriga, ele propõe, sugere, convence, seduz” – escreve o Pe. J. de Tonquédec SJ, um exorcista francês e demonologista.

E acrescenta: “No Éden, ele propôs as razões para Eva transgredir a ordem divina (Gn 3, 4-5, 13); no deserto, ele tentou convencer Nosso Senhor com as atrações de uma dominação universal” ( Mt 4, 26-27) “.

São Tomás também se refere ao trabalho de persuasão do diabo. Ele explica que o homem só pode ser movido interiormente por ele próprio, ou por Deus. Mas, externamente, o homem pode ser solicitado por um objeto estranho a si. No entanto, esse objeto estranho não pode obrigar o homem a fazer algo contra sua vontade.

Padre Candido Lumbreras OP comenta esta passagem do Doutor Angélico, nos seguintes termos: “Que influência pode ter o demônio para levar os homens a pecarem? … O demônio procura influenciar os sentidos, e pode falar à razão, tanto interiormente, ou externamente, alterar os humores e produzir imagens perigosas, excitar as paixões e assim podem mover a vontade; e, dessa forma, tomar posse do entendimento “.

“O demônio é como um cão raivoso acorrentado: além dos limites da corrente ele não pode atacar ninguém. Fique, portanto, longe dele. Se você se aproxima, você se deixa agarrar.” Santo Padre Pio.

Comentando outra passagem de São Tomás, Frei Jesus Valbuena OP explica:

“Que os anjos podem realmente iluminar a compreensão humana é uma verdade enraizada em muitas passagens da Sagrada Escritura … Também os anjos maus podem produzir, com os seus dons naturais, iluminações falsas sobre a compreensão dos homens. Assim, São Paulo nos adverte para ficar alerta, pois até mesmo satanás se disfarça como um anjo de luz “(2 Cor 11, 14).

Nossa Senhora, rogai por nós que recorremos a Vós. Ajude-nos a reconhecer as armadilhas do demônio. “São Tomás afirma que os anjos podem influenciar os sentidos dos homens – ambos, de fora e de dentro – e podem atuar, tanto do lado de fora e de dentro, isto é, tanto intrínseca e extrinsecamente, mas, como relevantes para a compreensão humana e, eles só podem se mover e influenciar indiretamente e exteriormente, isto é, propondo seus objetos – a verdade e a bondade – a essas forças espirituais, de maneira adaptada a elas e que influenciam indiretamente através dos sentidos, as paixões, as alterações corporais sensíveis, etc , no entanto, eles nunca podem ter sucesso em flexão de forma eficaz e completamente a vontade do homem, se ele estiver em suas condições normais “.

Nos casos das tentações de Eva, no Paraíso, e de Nosso Senhor, no deserto, o demônio fez “apresentando suas razões”, assumindo uma forma corpórea, produzindo sons e articulando palavras verbalmente; mas, na maioria dos casos, porém , o demônio, para persuadir o homem a pecar, concentra sua atuação sobre a memória, sobre a sensibilidade ou sobre a imaginação.

” Vigiai e orai, para que não entreis em tentação”. Peça à Virgem Santíssima que lhe proteja das armadilhas do demônio, não se esqueça de rezar.

Fonte: http://americaneedsfatima.blogspot.com/ADF

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

Acerca de mim

A minha foto

Alguém que procura um encontro com Jesus.

Arquivo do blogue

A minha Lista de blogues