quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Santa Helena, mãe do imperador Constantino, +328


Santa Helena nasceu na Bitínia e pertencia a uma familia plebeia. Por ordem do imperador Diocleciano, Helena foi repudiada pelo marido, o tribuno militar Constâncio Cloro, pois pela lei romana não era reconhecido o matrimónio celebrado entre um patrício e uma plebéia. Sendo assim, Helena era considerada simplemente concubina e, tendo Constâncio Cloro recebido o título de Augusto, foi obrigado a abandonar Helena, embora conservando consigo o filho Constantino, nascido no ano de 285. Quando seu pai faleceu e Constantino foi aclamado Augusto, em 306, em York, pelas legiões da Bretanha, Helena pôde voltar para o lado do filho, com o merecido título de Mulher Nobilíssima, tendo recebido o mais alto título de Augusta, quando o filho, derrotando Maxêncio às portas de Roma, se tornou Imperador. Foi aí o início de uma pacífica obra de reconstrução, incluindo a paz com o cristianismo.

Pelas suas relações com o cristianismo, ele deu de facto à sua monarquia um conteúdo espiritual, tendo atribuído a sua vitória à protecção de Cristo. Que parte tivesse a mãe Helena nesta conversão de consequências tão grandes, não nos é dado saber. Helena mostrou sempre fervor religioso que se traduziu em grandes obras de beneficiência e na construção de basílicas nos lugares santos.

Mesmo com idade avançada, foi à Palestina para seguir as escavações iniciadas em Jerusalém pelo Bispo São Macário, que reencontrou o túmulo de Cristo escavado na rocha e, pouco distante, a cruz do Senhor e as duas cruzes dos ladrões. 0 reencontro da cruz que se deu em 326, sob os olhos da piedosíssima mãe do imperador, produziu grande emoção em toda cristandade. Levada pelo entusiasmo desse primeiro sucesso, continuou a procura, encontrando a gruta do nascimento de Jesus em Belém e o lugar no monte das Oliveiras, onde Jesus esteve com os discípulos antes de subir ao céu. Com estas descobertas, seguiu-se a construção de outras basílicas. Uma delas, no monte das Oliveiras, teve o nome de Santa Helena.


1 comentário:

  1. NÃO VAMOS NOS ESQUECER DA LANÇA DO DESTINO OU DE AUGUSTO COMO DIZEM TAMBÉM.

    ResponderEliminar

Seguidores

Acerca de mim

A minha foto

Alguém que procura um encontro com Jesus.

Arquivo do blogue

A minha Lista de blogues