segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Hino a Santa Águeda


Hoje brilha o dia de Águeda, ilustre virgem;
Cristo une-a consigo e coroa-a com duplo diadema.

De ilustre prosápia, formosa e bela;
Mais ilustre, porém, pelas obras e pela fé,
Reconhece a vaidade da prosperidade terrena
E sujeita o coração aos divinos preceitos.

Bastante mais forte que os seus cruéis verdugos,
Expôs os membros aos açoites.
A fortaleza do seu coração mostra-a claramente o
Seu peito torturado.
Ao cárcere, que se converteu em delicioso paraíso,
Desde o pastor Pedro para confortar a sua ovelhinha.

Recobrando novo alento e acesa em novo zelo,
Alegre corre para os açoites.
A multidão pagã que foge amedrontada,
Diante do fogo do Etna,
Recebe as consolações de Águeda.

A todos os que recorrem fiéis a sua protecção
Extingue-lhes Águeda os ardores da concupiscência.
Agora que ela, como esposa, resplandece no céu,
Interceda perante o Senhor por nós miseráveis.

E queira, si, enquanto nós lhe celebramos a festa,
Ser-nos propicia a todos quantos deferimos as suas glórias.
fonte. facebook

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

Acerca de mim

A minha foto

Alguém que procura um encontro com Jesus.

Arquivo do blogue

A minha Lista de blogues