quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

NÃO TENHO FORÇAS PARA ORAR...


Não tenho forças para orar.
Quando era pequenina orava tanto e amava tanto a oração! Passaram-se os anos, veio a doença e o amor à oração continuou. Não ficava satisfeita se algum dia tinha de deixar algumas orações por fazer.
A doença aumentou. Com a falta de forças tive que as resumir. Mas foi aumentando a minha união com Deus, mas não deixava de sofrer quando tinha de deixar de as fazer.
O que é agora a minha vida de oração? É quase só mental, mas posso dizer que é quase contínua. Digo a Jesus que me entrego em seus braços, é neles que quero orar, é neles que quero sofrer e viver até mesmo durante os meus ligeiros sonos. Quantas vezes as visitas falam junto de mim e a minha oração continua. Desligada da conversa se não me não interessa, fico unida a Jesus, embora que o não sinta, nem o veja com a escuridão das trevas. Mas Jesus sabe que estou com Ele e só quero o que Ele quer. (Beata Alexandrina: Sentimentos da alma de 19 de Julho de 1945).
Fonte: facebook

Sem comentários:

Enviar um comentário

Seguidores

Acerca de mim

A minha foto

Alguém que procura um encontro com Jesus.

Arquivo do blogue

A minha Lista de blogues